Ana Vífer

Ana Vífer

domingo, 11 de dezembro de 2011

Verdes cor-de-mar


Eu aprendi a viver os momentos da vida, curtir como se fosse a ultima viagem, o ultimo dia, a ultima risada, o ultimo verso e o ultimo amor.
Aprendi que dá pra chamar de amor quem não se ama, mas a quem se quer bem. Aprendi que nada é definitivo e que não precisamos ser perfeitos, até porque isso é impossível.
Aprendi dormir muito faz mal, que comer muito faz mal, que gritar muito faz mal e que amar muito só faz bem quando esse sentimento não tem pretenção de acabar. Tudo o que é demais faz mal, tudo que é de menos é insignificante e tudo que vem na medida certa faz diferença na vida.
Aprendi que não é possível gostar de dois alguéns ao mesmo tempo, e que em algum momento você vai deixar de querer algum pra ficar com o outro.
Agora eu sei reconhecer falhas no caráter de alguém e deixar essas pessoas fora do meu caminho, porque defeitos que estão do lado de dentro são muito mais feios do que os que vem com a genética do lado de fora.
Aprendi que cicatrízes são lembranças de uma sobrevivência e de superações. Também sei que sentimentos são construídos todos os dias e não é necessário estar junto pra se fazer presente.
E como eu evoluí!
Sei bem hoje, que quem me faz bem não precisa me bajular, nem jurar amor eterno, nem se sacrificar por mim e nem viver aos meus pés. Quem me faz bem precisa ser o que faltava dentro de mim, quem faz com poucas palavrinhas ou até mesmo com apenas um jeito de olhar minha auto estima flutuar. Quem me faz bem só precisa deixar que eu veja os olhinhos se fecharem quando beijo um ladinho só dos lábios, sem tanta malícia sabe aproveitar uma tarde quente com assuntos intermináveis sobre Deus, gente e HQ's, e uma noite de risadas ao luar.
Quem me faz bem recolhe meu coração sem fazer barulho, sem promessas que não sabe se vai conseguir cumprir, sem mentiras, com todo aquele passado que eu nem queria saber... Mas que veio com ele e se ele veio, que seja completo. Quem me faz bem, existe pra isso e se chegar ao fim, ainda vai fazer parte da história onde fui feliz por trás dos olhos verdes cor-de-mar.

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Em terceira pessoa.

Ela simplesmente não sabe o que vai acontecer daqui pra frente, na verdade, não está muito interessada no amanhã.
Vive um dia após o outro, com a cabeça em Deus e nas coisas Dele, porque o mais certamente será acrescentado.
Ela ainda pensa nele como se nada tivesse mudado, mas dessa vez, ela quer entender onde falhou e porquê se deixou levar por alguém que se divide entre o perfeito e o que ela não quer.
Ela ainda ora, ainda pede a Deus respostas e a cabeça não corresponde as espectativas do coração. Se pergunta onde tudo isso vai parar, e se vai parar, quando será; ela soa frio nas mãos, mas respira fundo, faz aquele sorriso, abraça, beija e somos amigos assim.
Ela acorda pensando e tenta acíduamente fazer passar, coloca qualquer outra coisa boba na cabeça e quando acha que passou, novamente ele faz morada na memória. E pensa: "mas que droga!". Ela se chateia, se aborrece, mas deixa passar... Ela sabe ser grande.


Ela entendeu que grandes mulheres nascem desse tipo de coisa, desse tipo de acontecimento. Ela confia em Deus, confia muito, ela deposita todas as coisas na mão de Deus e assim segue sem ter tantas preocupações. Ela espera que ele não viva assim por muito tempo, não por ela, por ele mesmo.
Ela acima de tudo se preocupa com o que ele vai se tornar, se ainda vai mentir ou se vai se adaptar a ser real, fiel.
Ela só queria parar um pouco de sonhar, acordar aflita e procurando ele do lado. Mais do que isso, ela só queria escrever algumas canções, viajar, ir ao cinema, ensinar o que sabe, aprender o que é dele.
E como ela me dá trabalho querendo tudo isso e sendo assim.

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Aos casais apaixonados...


Aos casais apaixonados, que se amem. Se amem como se cada dia fosse o aniversário da relação.
Dêem valor ao "bom dia", às conversas francas, ao ciuminho, às discuções e aos planejamentos.
Curtam o passeio de mãos dadas, as risadas, a família e os amigos em comum. Se olhem bastante e registrem cada traço do rosto e da personalidade do seu amor, cuidem-se, valorizem-se independende dos defeitos.
Cultivem o sentimento, digo isso a ambos, sem querer mostrar ao outro quem pode mais. Suportem-se quando de alguma maneira alguma situação estiver insustentável. Acreditem, ainda que no fundo haja um pouco de desconfiança e consertem isso para viverem em paz.
Não vulgarizem o sentimento, embelezem-no com a doçura das palavras e dos gestos. Não passem por cima da palavra do outro, não troquem e não dividam, não digam aquilo que machuca pelo simples e sordido prazer de jogar na face do outro uma verdade que talvez só seja sua. Se preocupem e sofram pelo outro, doem-se. Esperem a chegada, que seja pesaroza a partida e bem vivida a dádiva de estarem juntos.
Que seu sentimento seja paciente, que seja bom para o outro tanto quanto é pra você. Se enfeite, se arrume, se perfume, agrade seja você ele ou ela.
Olhem dentro dos olhos, elogiem, orgulhem-se, favoreçam sua metade. Não tentem colocar dentro do seu amor características que não são dele, não queira para si uma relação como a do outro, curta a sua que é somente sua.
Não gastem seu precioso tempo com asperezas e conversas que só machucam e trituram o amor que o outro sente por você. Não se baseie na opinião de terceiros, sinta, faça, converse e resolva entre você e seu amor.
Porque enquanto você tem a esse outro, que às vezes parece tão longe do que você queria, outros, assim como eu, tem tantas coisas boas para colocar em prática com alguém e não pode, porque não tem.
O amor é um sentimento tão nobre e tão completo. Ele é tão divino e inspirador, gostaria eu de poder amar tanto quanto sei, mas quero que você saiba amar tanto quanto pode.
Não desperdice seu amor.

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

A verdade...

É verdade que não sou fissurada por chocolate, que não grito estericamente em filmes de terror. Aliás, nem os assisto, porque não preciso desse artifício para me fazer delicada.
É verdade que assisto jogos de futebol e xingo o idiota do juiz ladrão que finge que não vê que "foi mão". É verdade que jogo vídeo game mesmo sendo ruim pra caramba nesses jogos de corrida, principalmente Gran Turismo ou GTA. É verdade que prefiro mesmo é usar all star e um homem tem que ter muito mais do que um rostinho delicado para me impressionar físicamente... Ele tem que ser homem, oras! Barbado, tem que falar grosso.
É verdade que não sou ciumenta a ponto de perder a razão, que na verdade não vejo o verdadeiro amor expresso em uma crise de ciume. Acredito que amor está em outras coisas mais bonitas do que isso.
É verdade que me preocupo muito com a minha aparência, e gosto mesmo de me cuidar, novamente afirmo que não para impressionar, por me amar primeiro.
É verdade que exprimo cada gota do que eu tenho de bom e faço questão de valorizar isso. É verdade que quando eu quero dar uma indireta, ela fica praticamente direta, e mais tarde eu não aguento, acabo falando diretamente.
É verdade que eu sei que incomodo um pouco e faço questão de continuar sendo assim. Porque é verdade que na verdade, eu sou bem feliz assim.

domingo, 16 de outubro de 2011

Esta Ana

Esta pessoa não tem absolutamente nada de perfeito. É temperamental, excêntrica, às vezes maldosa, um pouco teimosa e insegura.
Esta mulher, menina, seja lá o que for... Não sabe tanto quanto gostaria de saber, não faz tudo o que quer fazer, é meio mimada e por isso erra muito, erra quase sempre.
Esta pessoa não quer toda a atenção do mundo para si, não é grudenta, não é quase nada ciumenta, fala o que sente vontade de falar e sim, é livre.
Esta Ana trabalha como quer e acha que nem sempre tudo o que falam é para o bem, às vezes é intromissão mesmo e isso irrita. Ela tem lá seus complexos, e as coisas que gosta demais nela mesma e nas quais muitas vezes deposita sua segurança. Esta pessoa é evangélica não como título, não como status, ela serve a Deus com suas fraquezas e erros, pecados e quedas. Mas vive em sinceridade com Deus, em voluntariedade com Ele e quer mais o céu do que qualquer coisa.
Essa pessoa nunca foi sinceramente amada, buscaram dela a superfície e viram que existe um coração abaixo do peito. Ela conhece todas as próprias qualidades e sente que na verdade há algo muito bom esperando por ela.
Esta Ana não está só, esta Ana é muito mais do que descrevem as redes sociais, essa Ana tem coração e profundidade. Esta Ana sabe amar de verdade.

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Este não é um romance.


O peito parece que vai explodir de tanta coisa que existe saltando e sambando aqui dentro do coração. A boca seca, os olhos fecham e por pouco não lacrimejam de tanto sentimento grudado nas paredes do coração.
Sem receber em troca, o sangue entra em ponto de ebulição e só pode ser amor, deve ser amor, eu acredito que é amor.
O sorriso é constante e até o mais leigo entende que se trata de um sentimento grande, espaçoso, paciênte, lindo, limpo e descente.
Basta só um quarto de tempo, um instante de vida que seja realmente intenso pra que reviva aquilo que me pulsa as veias da garganta e abrilhanta um raio de olhar.
Seria lindo um desfecho com um "e viveram felizes para sempre" neste momento, mas não quero e não quero mesmo nada convencional no fim dessa história. Eu prefiro começar com "isso não é uma história romântica" porque assim eu posso rir, chorar, gritar, ser amiga, a bandida e a mocinha em um enredo só que eu quero que termine com "e eles souberam que era amor".
Ah, é tanto querer, é tanto querer, é muito querer, exalo querer, transpiro querer, eu quero você e passe o tempo que passar, eu quero e quero demais. Quero tudo e em detalhes porque você me combina, você me encaixa, completa e me basta.
Seu besta!
Então, meu idiota e perfeito amor, vou deixar que o tempo escreva de fato o que lhe falta pra sabermos então, ajudados por Deus que na verdade se trata de amor.

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Thank's God!

Obrigada, Senhor porque até aqui Tu tens me ajudado.
Obrigada por todas as vezes que eu me ferrei, porque eu aprendi e muito. Obrigada por cada "não" que eu levei, porque eu aprendi como dói estar do outro lado e isso me fez evoluir. Obrigada por me ensinar a ser mais fiel e com isso, obter mais intimidade contigo. Obrigada por me dar amigos que são o melhor presente que alguém pode ter, obrigada pelo sustento e por sempre suprir todas as minhas necessidades.
Obrigada pela minha infância linda e pela minha adolescência que por mais que tenha tido pedaços nulos e outros inconsequentes, foi muito divertida.
Finalmente, Senhor... cheguei na idade que todos dizem que é o ponto final da imaturidade e que somos obrigados a crescer. São 21 anos sendo mimada por Ti todos os dias, 21 anos que o Senhor me perdoa e me guarda.
Vejo o Teu cuidado em cada suspiro meu, em todas as coisas eu vejo o Teu amor e meu maior de todos os presentes é saber e sentir que o Teu Espírito Santo nunca me abandona e que o Senhor se manifesta sempre através do meu louvor e da minha adoração. 21 anos de vida não teriam o menor significado se eu não tivesse nascido para servir, honrar e adorar o Teu nome. Sou grata, Senhor porque OBVIAMENTE sou escolhida para levar Teu nome por aí, porque apesar dos meus erros, me fazes habitar em segurança.
Obrigada, Senhor por me formar com tanto amor, me dar o que eu tenho e me colocar onde eu estou.
Que eu possa honrar ao Senhor e elevar Teu nome por onde eu for e enquanto eu viver.

domingo, 25 de setembro de 2011

Decepcionada

Eu sou do tipo que acredita que o amor independe de distância, classe social, status e de qualquer coisa. Sou do tipo que acredita que um homem pode ser bom apesar de muitos erros, que quando alguém muda, precisa de credibilidade minha para insentiva-lo a caminhar.
Sou do tipo que sente de verdade, que quando gosta pouco se importa com o que vão dizer.
Minha dor é perceber que mesmo sendo assim, ainda me vêem de uma maneira distorcida, enquanto outros que aparentam uma conduta tão sólida e exemplar no fundo mente, desacredita dos outros, não se importa se vai doer ou não.
Eu gostaria muito que as pessoas fossem mais "erradas" e soubessem amar de verdade, prefiro as pessoas tortas que sabem tratar o outro com verdade do que o certo que não sabe e não quer aprender a tratar gente como gente.
Hoje eu prefiro os meus, de longe eu só quero a lembrança, porque doeu muito saber que esses que eu acreditava serem tão especiais, são na verdade seres humanos piores do que os meus bagunceiros, que às vezes soltam uns palavrões e fazem umas coisinhas fora do eixo, porque pelo menos esses meus errados sabem realmente dar valor a quem nunca se esquece deles.
Já que Deus escolhe os loucos, que eu seja louca sempre porque dentro do meu coração Deus sabe que há sinceridade.
Não quero mais falar, tô triste porque eu ainda acreditava em alguns poucos de fora... Hoje acredito somente nos meus aqui de dentro.
Eu amo vocês, meus paulistas.

sábado, 10 de setembro de 2011

Drama

Por tudo o que é mais sagrado, não sei mais o que é sagrado. Sagrado era ter pela metade tudo aquilo que me completava, sentir o coração pulsar, saber dizer "eu te amo" com verdade absoluta mesmo que temporária.
Pelo amor de Deus, é pecado não reconhecer em quem parece tão grande a miudeza diante de você, a sutileza, a gentileza, a correnteza das emoções.
E no que foi sagrado de nós sobrou a sobriedade, descoberta por um único fato: a separação do que nunca se uniu de vez, que buscou o sumo do meu coração pra no fim das contas dizer não.
Eu desarrumo meu destino, com essa cabeça de menino, jeito tórrido de pensar. Talvez o erro seja dado a minha eterna tentativa de acertar. Antes quebrada do que iludida, antes sem porto do que sem saída.
Preciso estar à beira mar, porque essa cidade cheira você, soa você, ecoa seus acordes, eu quero mudar a paisagem da falta e da saudade que mata todos os meus sentidos mesmo quando do meu lado você está.
Não há quem entenda o sentimento de "deixá-lo ir", não há quem entenda que apesar disso eu quero que fique.
Eu não entendo o que sinto, quase não sei mais se sinto alguma coisa. O que era amor hoje é dor que adormeceu em meio ao costume dos "nãos" que a vida me deu.

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Toda a verdade.

Vai entender um coração como esse, que se desentende consigo mesmo. Que uma hora ama, outra hora odeia, que um dia chama e no outro dia repele.
Estou na verdade esperando aquele que prenda totalmente o meu coração, que me faça chorar de amor, que me faça pedir a Deus que continue, por favor continue.
Textos vazios, sem destinatário são minha especialidade e eu cansei disso. Quero escrever pra alguém que mereça toda essa inspiração que não acaba nunca, que mereça o que o meu cérebro tem de melhor.
Cansei ter tantos quartos dentro da casa do meu coração, de sentir paixão por orgulho e querer alguém por impulso.
Quero alguém que tenha ouvidos para o tom grave da minha voz, alguém que entenda que não sou perfeita, mas também não sou de todo errada.
Quero quem viva de música e que seja a minha canção, quero alguém que curta aliança de compromisso, show de pagode, roda de samba, um barzinho e um violão. Quero alguém que me arremesse pensamentos de poesia, que me faça vibrar com uma mensagem de texto.
Eu quero tudo isso, eu quero...

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Só amor.

Não diga que me ama assim tão rápido, você ainda não sabe muito sobre quem eu sou. Não diga também que não tem capacidade de me amar, você conhece a parte boa de mim.
Não me olhe demais dentro dos olhos, porque me incomoda, me invade. Não deixe também de me encarar um pouco, pra eu saber que tudo é de verdade.
Não me aperte de mais, me desperte muito, me ouça falar tudo, me faça calar. Não toque em assuntos difíceis pra mim, mas me force às vezes a desabafar. Me elogie muito, mas não me canse, não me passe a impressão de que quer impressionar, não precisa.
Me leve pra chuva, me proteja dela. Me chame pra queimar no sol, me leve pra sombra, me dê banho de mar, pule comigo as ondas, eu quero isso de você.
Quero mais do que você acha que é capaz de me dar, menos do que eu sei que você pode, faça tudo na medida e passe muito do ponto.
Me ligue de mais, se desligue de mim de vez em quando. Eu quero conhecer tudo e nem tudo quero saber sobre você.
Não me peça pra cantar pra você, me implore um show particular.
Não existem regras para nós, não existe sossego, nem apego, nem agitação e nem distância. Porque em nós cabe de tudo, desde tudo até um nada bem vazio.
Sejamos assim pra sempre, até cansar de eternidade. Sejamos amor, amor, amor e amor e isso eu afirmo, amor sem nunca ódio, só amor.

Sem "poréns".

Senhor, eu oro hoje porque minha vida está sem pé e sem cabeça. Não sigo mais, eu estou vagando e isso tem me deixado triste. Justo eu, Senhor, que sempre tenho um impulso de felicidade para oferecer, eu, Senhor...
Meu coração não fala mais comigo, mal conheço ele. Não sei o que ele realmente deseja, meus pensamentos se perdem. Eu busco encontrar as respostas por todos os lados, logo agora que eu sou mais madura, mais forte, simplesmente não tenho espaço para decidir, para sonhar, para querer.
E eu quero chorar, mas até as lágrimas andam fugindo do meu rosto, elas sabem o vazio que as espera. Minha boca anda sem sabor, sem sede, nem tenho também salivado demais. Cada sentimento que eu tento exprimir se resume em uma espera constante de algo que eu não sei se vai chegar, na verdade eu nem sei do que se trata esse algo.
Vivo rodeada de gente, me sinto mesmo assim isolada do mundo. O que está acontecendo, Senhor?
Por favor, Jesus, que a minha oração não seja arquivada para amanhã, que ela seja lida hoje. Sente-se aqui ao meu lado, Jesus. Não se esqueça de que peco por fraqueza e que tenho tentado melhorar. Hoje eu preciso de colo, de auxílio, amparo, direção, meu Jesus.
Yeshua, se queres mudar minha vida hoje, não faço mais observações no final das minhas orações. Dispenso os "P.S.'s", não tenho mais "poréns" para Lhe pedir que tome o volante da minha vida. Não me deixe interferir nas Tuas escolhas, que eu possa entregar tudo sem me preocupar. Me ajude a confiar mais em Ti, a esperar as Tuas promessas sem cobrá-las porque eu preciso não só saber que os Teus planos não podem ser frustrados, eu preciso confiar nisso, descansar nisso, ter certeza disso.
Não deixe que minhas falhas insistentes me impeçam de alcançar as Tuas promessas.
É o que eu te peço hoje, Paizinho.

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Hoje...

Hoje eu preciso do direito de me entristecer, de chorar, de me perguntar o porquê das coisas. Hoje eu preciso do espaço que o silêncio pode trazer. Preciso reservar minhas palavras, entender minhas mágoas. Hoje eu preciso de mim.
Hoje eu preciso sentir aquela saudade que quebra o coração no meio, preciso entender minhas perdas, minhas frustrações. Hoje nenhum abraço, nenhum conselho, nenhum ombro é amplo o suficiente para que eu me abra, hoje eu preciso que Deus recolha minhas poucas palavras.
Hoje eu preciso fechar a cara, quero que se dane o mundo e o que as pessoas sentem ao me ver assim. Hoje eu quero ficar aqui, não há o que me distraia.
Preciso me lembrar de algum olhar que me traga paz, preciso do calor que eu já não tenho mais.
Hoje eu queria só um pouco do amor que um dia eu soube dar.

quarta-feira, 20 de julho de 2011

São Paulo, minha cidade...


Minha querida cidade de São Paulo,
Me perdoa se um dia eu reclamei demais de você. Hoje eu vejo que você é uma cidade linda cheia de feridas e está um tanto adoentada, mas não é certo te deixar pelo que deu errado, quero te abraçar para que dê tudo certo.
Amo quando você fica cinzenta de raiva e depois de chorar muito sobre suas ruas, traz núvens no seus lindos olhos celestes.
Amo suas tatuagens de grafite pelas paredes, seus piercings de edifícios e lojas escandalosamente iluminadas. Amo seus músculos de puro concreto e asfalto, seu cabelo colorido pelos moradores de todas as raças. Sua voz estridente de buzinas, vendedores ambulantes e música bem alta.
Seu jazz saxofonado nas linhas do metrô, sua street dance importada na sua periferia, as pessoas maravilhosas que moram em casinhas feitas de madeira no meio da favela que criaram sua própria linguagem, seu próprio habitat dentro do morro.
Os moleques piranha, as minas zica, os mano e as mina pá, eu já aprendi a respeitar. Me perdoa, São Paulo, porque hoje eu compreendo que os loucos que você deu a luz, são loucos de bom coração, que apesar dos palavrões e gírias, são loucos que não traem e por crescerem aceitando tamanha diversidade, não julgam para não serem julgados. Obrigada por parir aqui os meus amigos que fecham comigo, os manos zica, os carinhas, os manolos, os "véios" e por ai vai.
São Paulo, minha cidade, eu amo você.

terça-feira, 19 de julho de 2011

Poder e querer

Sou contra a lei do poder. O poder acaba com as pessoas.
Já diz o ditado: "Dê poder à alguém e descubra quem ela é". Algumas pessoas fecham seu foco na idéia de que precisam de poder para terem destaque. Elas desejam ter algo ou alguém por "poder" ter, para se sentirem realizadas pela notoriedade de possuírem. Quando perdem o que querem, simplesmente a frustração as sega, as destrói. Não querem ouvir, não querem entender; a ferida no ego a desgasta, devastação completa.
A lei do poder é totalmente autodestrutiva pra quem a possiu.
Eu vivia sob a lei do poder, por anos lutando para possuir, para adquirir aquilo que acreditava me sustentar em alguma posição. Eu buscava as coisas ou as pessoas visando o prazer de ser notada pela minha conquista, isso me deixava supostamente satisfeita. Mas a vida nos faz crescer e crescer não é acrescentar coisas em um histórico, crescer é nos acrescentarmos nas coisas, é ter uma personalidade capaz de querer muito, de desejar e ter força de vontade para obter. Quando aprendemos a querer muito, aprendemos que se essa coisa for impossível para nós, ela não é tão vital assim.
Apenas uma coisa me traz satisfação dentro do poder, poder querer muito alguma coisa, desejar com força. Para querer é preciso avaliar se é viável, se o que queremos não é absurdo demais, aprendemos a ter discernimento das coisas, o que nos faz crescer, amadurecer. A busca pelo poder nos diminiu, nos faz regredir. Quem busca muito poder, resolve se auto-mimar, aplicar bajulação em si e se perde, perde o essencial para ser mais do que ter, perde a personalidade.
Por isso queira muito mais porque isso vai te acrescentar individualmente, de dentro para fora. O poder te leva a muitos lugares, porém te esvazia.
Se o seu ego for maior do que a sua personalidade, sinto muito, mas na mesma velociade que você subir, você vai descer.
Não é poder, é querer. O querer move muito, o querer impulsiona, o querer conquista. Tenho o que tenho porque quando quero, quero muito.

quinta-feira, 7 de julho de 2011

Ai ai...

Eu fecho os olhos e vou...
Eu vou pra lá, eu vou correndo. É quase palpável, eu sinto o cheiro.
E mesmo quando eu acho que é tudo muito vago, muito sem posição, meu pensamento me trai, ele me arrasta, ele me leva para os incríveis olhos cor de mel.
A boca saliva, as palpebras se expremem, o corpo se recolhe debaixo das cobertas que me isolam do frio e aí eu vou... O voo é sem escalas.
Sim, no meio dessa escrita eu parei e voei. Isso anda acontecendo sempre, juro que não tento nem evitar mais.
Acho que foi o conjunto de coisas, o conjunto de toda a obra. Acho que foi o jeito, o nosso mesmo, porque nada foi individual.
E pra quê escrever mais se o mais importante eu guardei nos meu poros, nos meus olhos, no pescoço e na memória?
Ai ai... lembrar me acaba.

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Canção

Dó - Dormir do teu lado, no aconchego dos teus braços. O perfume do teu cabelo, deu vida ao meu travesseiro.
Ré - Repartir em um beijo o gosto do meu desejo, repartir num abraço palavras sem compasso.
Mi - Milhões de momentos que eu procuro nem lembrar para não sentir necessidade, saudade, qualquer coisa que me faça sonhar.
Fá - Fazer da tua voz, trilha que me faz sair daqui, eu fecho os olhos no silêncio e soa no fundo do peito um dueto que me faz sorrir.
Sol - Sólo quiero saber entender qué no el amor y no el abandono. Para aprovechar todo lo que está en ti.
Lá - Lacrimejar os olhos, mas não chorar... Lá se vai a minha única esperança de não sentir vontade, a realidade de não esperar.
Si - Sinto que estou deixando de pulsar por pedra, sinto que tô pulsando com o coração. Eu tenho medo disso tudo, era bom quando era só razão.
Hormoniza isso tudo, porque eu não sei ritimar. Meu compasso é meio mudo, não aprendi a tocar. Desfaz os trio, vem ser dueto, deixa de anoitecer enquanto eu amanheço.
Compõe em mim todas essas canções, só não faça cantar em falsete os nossos corações.
Há tempos, meu tenor, não te permiti arranjar meu repertório, ser maestro de mim, hoje em poesia e prosa, te peço que me afine e escreva sua canção em nossa vida com início, meio e sem fim.

domingo, 12 de junho de 2011

Um dia dos namorados com o Amado da minha alma.

Sem namorado? Não... eu tenho um Amado. O Amado da minha alma. Aquele que vem saltando pelos montes, e me ama tanto que se deu por mim. Amor que um namoro qualquer jamais suprirá, que um homem comum não poderá me dar. Amor que separou para mim um alguém numa parte do meu futuro que será capaz de me alimentar dos sentimentos terrenos necessários para a minha felicidade. Mas antes de querer um homem de carne e osso, que me entregue flores, aliança no dedo, chocolates, jantar, bicho de pelúcia, antes desse homem, eu quero me separar para o meu Amado Senhor Jesus Cristo. Antes de um compromisso com alguém que me leve pra sair e que eu apresente aos meus pais, eu quero um compromisso mais profundo e agradável com o meu Amado Yeshua, quero levá-Lo para sair dentro do meu coração, sendo tempo do Seu Espírito Santo. Amanhã, domingo, vou me enfeitar para Ele, me perfumar e me vestir para o meu Amado, vou chegar em Sua casa, e vou cantar para Ele, lavar Seus pés com as minhas lágrimas e sorrir para Ele, vou presenteá-Lo com os meus agradecimentos. Vou ouví-Lo falar ao meu coração e aí, quando for o momento e eu estiver devidamente munida do Seu profundo e mais surpreendente amor, Ele colocará em meu caminho aquele que eu chamarei de "amor" e que me amará apenas com o interesse de receber o amor de volta. Antes de amar qualquer ser humano, quero amar mais aperfeiçoadamente o meu Senhor e antes de querer um homem que me ame, eu quero um homem que ame ao Senhor e que respeite a Sua palavra. Meu dia dos namorados eu vou passar ao lado de Jesus, que me amou com sangue, lágrimas, morte de cruz, entrega total. Meu Jesus, Namorado mais perfeito que Ele não existe.
"Quero Te amar, Senhor e Te sentir bem perto de mim, Senhor... Te entrego o meu viver ♫ (Todos Um)"

quinta-feira, 2 de junho de 2011

Amigo.

Por muito tempo eu me questionei se na vida haveria alguém no qual eu pudesse confiar além do meu querido Deus. E então procurei, procurei e enfim, pensei que havia encontrado. Me decepcionei.
Um dia, sem mais "porquês", sem explicações, do nada me apareceu alguém digno da minha confiança, que desestruturou a minha cara amarrada, me cativou.
E pra quê tantas palavras, quando uma só suprime todas elas? AMOR
Quando a pergunta é: "Você me mataria se...?", sem hesitar respondo: "Só pensaria em te matar se fosse te sufocando em um abraço"

Não consigo mais falar tanto, me fogem as palavras.
Não existe algo que defina essa amizade.

sábado, 28 de maio de 2011

E se... (Um pequeno desabafo)

E se eu não atender mais o telefone como eu costumava fazer? E se eu não fizer mais nada do que estava acostumada a fazer por você? Não é nada pessoal, não estou brava com você.
Se você sentir algo pressionando o seu peito, se tiver a sensação de que está prestes a perder, querido, é verdade.
Se você não sabia como era, agora vai entender como é sentir minha falta. Não é insistência sobre as coisas do passado, mas o tempo das brincadeiras já se foi.
Se você acha que eu me apeguei a um sentimento porque vi outra garota, se engana, não é novidade pra mim.
Agora que já tive tempo para avaliar, limpar a mente e saber como agir daqui pra frente.
Já não me responsabilizo mais pelo que foi errado, mas eu entendo que a responsabilidade é que quem vai e não de quem fica. Gastei nosso início imaginando como seria o meio e que não teria fim, aqui em casa com teu cheiro em todos os lugares. Você gastou nosso inicío como mesmo? Ah, lembrei... Com nada.
Dessa vez não haverá mais esse stress, afinal de contas, esse coração é meu, está no meu peito e não no seu.
Tem algum tempo, amor... nunca me deixei levar realmente. Vou te tratar da mesma maneira que você têm me tratado. Quem sabe volto a escrever uma versão deste filme de outra maneira? Estava tudo entalado aqui, esperando o momento certo de aparecer. Alguém me avisou do sentimento e eu resolvi perceber.
E se eu deixar de chamar? E se eu deixar de procurar? E se eu esquecer de ir? E se eu não quiser mais ficar por puro desinteresse mesmo que momentâneo? E se...

Obs.: Inspirado na canção "If" das Destiny's Child

terça-feira, 24 de maio de 2011

Um dia após o outro

Quando eu chorei, Cristo veio e se sentou ao meu lado. Colocou minha cabeça no ombro d'Ele, com gentileza limpou meu rosto e deve até ter achado graça nas bochechas vermelhas e na maquiagem borrada, meu Amigo vê em mim algo além de uma pessoa histérica. Meu Amigo Jesus se compadece da minha dor, porque me vê como criança e sabe como Pai que tudo vai passar.
Com um leve sorriso nos lábios, Ele sussurra em meu ouvido que ainda existem tantas promessas para serem cumpridas, que eu não devo me preocupar e nem me precipitar.
Se Ele é o Dono do amor, e também é o Consolador, por quê me preocupar se toda vez que for necessário derramar lágrimas para aprender, Ele vai me consolar?
O meu Amado não me enxerga apenas pelo que eu demonstro ser, Ele me vê além do que eu imagino que exista dentro de mim. Ele enxerga meu amanhã, Ele sabe até onde posso ir.
Se Ele pode tudo, por quê duvidar? Se Ele sabe tudo, pra quê questionar? Se Ele é Dono de todas as coisas, inclusive de mim, por quê fazer com as minhas próprias mãos aquilo que eu deveria deixá-Lo fazer?
Por isso Senhor, dá-me sabedoria pra viver cada dia que tens me dado, pra respirar cada segundo sem olhar para trás, me dá novidade e impulsos de vida. Não quero viver parada aqui, quero andar conforme o Teu andar e viver dentro do que a Tua mão já escreveu na minha vida.
Todas as Tuas promessas, me faça apta a recebê-las, Jesus.

quinta-feira, 19 de maio de 2011

AMOR

Sabe aquela pessoa que quando você olha, o coração fica sambando dentro do peito? Mas não de paixão, é AMOR mesmo. Amor dos fortes, que dá nó na garganta de tão intenso. Que você sonha, lembra, sente saudades e nem sofre porque é um amor sem expectativa de troca, é só amor. Um pouco semelhante ao de mãe e filho, de irmãos, de amigos. O mais puro, que por mais que passe pela malícia, quando é pra falar sério, é só amor. Ah, como eu AMO, AMO do fundo do peito, com cada célula do corpo, com a mente e o subconciênte. Sem medida, sem stop. Amor que merece respeito, de tão puro. Suspiro de amor, sem morrer de dor, porque amo demais.
É quase palpável, é irresistível, é como quando a garganta seca e você bebe água sem parar, até o fôlego se esgotar. É insubstituível, tem itimidade, você olha dentro dos olhos e já sabe tudo o que precisa saber.
Sentir esse amor é como se na pele você o transpirasse. Tente pensar em alguém, fechar os olhos e ver seu rosto com nitidez. Isso só é possível quando você realmente ama.
Amo tanto que até os defeitos já fazem parte do conjunto que me trás amor e isso o tempo não apagou.
É amor de paralizar, de fixar os olhos no nada até eles embaçarem, amor de desejar tanto a presença da pessoa só para dar boas risadas. Amor que faz agradecer a Deus pela vida da pessoa e chorar pedindo para que Ele proteja.
Eu amo a ponto de salivar, como quando a gente sente vontade de comer alguma coisa. Amo a ponto de reproduzir com a mente a voz da pessoa, de reconhecer em qualquer lugar.
Amor de beijo na testa, de primeiro convite pra festa, de telefonema, de cinema, de pipoca, música e cambalhota. Amor de filme, série e novela. Amor de violão, bagunça e rolê no sabadão.
Amor de dar preferência, conselho e assistência. Amor de desejar dormir juntinho... Mas apenas para dormir, sem maldade. Amor de sol, de chuva. E toda vez é como a primeira vez, e cada vez é melhor que a ultima vez. E sabe por quê? Porque TE AMO!
Amo desde sempre até agora e depois do infinito. Amo você, amo tudo. E mesmo quando eu amei outro alguém, eu ainda amava você, porque somos um caso a parte, um negócio meio de Marte. Não há quem consiga entender. Nem eu entendo e nem você.
Amor, xodó, meu bem, neném, tchutchuco, deliça, ouuunt *-*, meu anjo, vida, branquinho, pretinho, cabeçudinho, xulé, amorzão, mor, meu tudo... tudo! Não importa que nome dei, mas eu sei que amo e que sempre amei.
"Eu nunca disse que iria ser a pessoa certa pra você, mas sou eu quem te adora. Se fico um tempo sem te procurar, é pra saudade nos aproximar e eu já não vejo a hora"


Ps.: Esse texto é baseado em sentimentos meus e incrementado pela música "Aqui" da Ana Carolina. Ofereço esse texto a todos aqueles a quem amo, são poucos que sinto esse amor que trancende todo o entendimento. Aos 5 homens da minha vida, incluindo meu irmão e meu primo Marquinhos (quese um irmão)... os outros eu e Deus sabemos.
Sem declarar nomes, eu transpareço todo esse poderoso sentimento com atitudes, palavras, canções, olhares, carinhos e tudo o que o amor utiliza para se fazer visível. Eu amo vocês.

terça-feira, 17 de maio de 2011

Agora notei

Foi a pressa.
Insensata pressa. Ela nos sugou, nos deu pouco tempo para entender.
Foi a vontade.
Inexpressiva vontade, intercalou caridade, intimidade e falta de direção.
Não parei para notar que um dia senti falta, não li bem o que dizia a placa, apenas continuei andando.
Foi muito tempo sem olhar ao redor, eu olhava para baixo focada em apenas não tropeçar. Conheci as faixas da estrada, fui e voltei, sempre soube onde pisar. Mas não vi a paisagem, não sentei na grama, não senti o vento e não parei para pensar.
Segurei nos postes, meu destino sempre esteve direcionado em olhar o chão, só o chão, cinza-grafite.
Andei por cima de ti, abaixo de mim, entre nós dois, mas não olhei você, não ouvi e não senti você. Pena, senti de mim agora, do passado que desperdicei.
Porém, feliz escrevo, aliás, vos escrevo, porque calada não tenho serventia: Agora notei.
Usando de novo plano de fundo, não descrevo mais paisagem, estrada, tais coisas bucólicas. Uso o literal.
Agora é calma.
Deliciosa calma, me levou pra longe, me deu tempo para levitar, tocar o céu, sentir seu ar.
Agora é saudade.
Revitalizante saudade, regada a cheiro, gosto e luar. Saudade que não tinha jeito de se enxergar, agora é clara como nunca vi.
Cuidado teve de mim, nunca o vi assim. Sobre tuas pernas as minhas repousam sem pecado ou coisa assim, foi meu pensar em teus ombros, reforço que foi cuidado de mim.
Finalmente, deixo claro que é raro evitar, digo, impossível não voltar a viver você.

sexta-feira, 29 de abril de 2011

Salmo 120 fala por Deus a mim.

Senhor Deus, por favor, apressa-Te em livrar-me! O Senhor estava aqui o tempo todo e conheces todos os meus atos, as minhas palavras. Meu Deus, meu querido Deus, Tu me conheces!
Senhor, como pode ser tão grande a covardia das pessoas? Senhor, se eu tivesse feito realmente algo, eu me calaria, abaixaria a minha cabeça, mas o Senhor estava aqui, o Senhor viu tudo.
Altíssimo Deus, eu não mereço isso. Senhor, até quando?

"Na minha angústia clamei ao Senhor, e Ele me ouviu.
Senhor, livra a minha alma dos lábios mentirosos e da língua enganadora. Que te dará, ou o que te acrescentará a língua enganadora? Flechas agudas do valente, com brasas vivas de zimbro. Ai de mim, que peregrino em Meseque, e habito nas tendas de Quedar.
A minha alma bastante tempo habitou com os que detestam a paz. Pacífico sou, mas em eu falando já eles estão em guerra." Salmo 120

É a minha súplica mais sincera, meu Senhor. Jesus, interceda por mim, leve a Deus os ocorridos aqui. Tu conheces-me melhor do que qualquer um e eu jamais ousaria orar a Ti para livrar-me tendo culpa, sendo feitora dos meus próprios danos.
Cristo, lembra-Te de mim, sinto sobre meus ombros o sentimento de incapacidade. Nada posso fazer sem que o Senhor leve até Deus as minhas orações. Por amor do Teu nome, tira a limpo todas as farças, todas as mentiras, que sejam mostrados os planos arquitetados contra mim. Pai, não sou perfeita, mas assumo quando tenho culpa, e nisso, Senhor, minhas mãos estão limpas e meus lábios repousam em santidade diante de Ti.
Creio que o Teu socorro virá em breve.
Amém

A claresa do Altíssimo

Um dos piores sentimentos do mundo é a impotência diante de fatos importantes.
Ótimo, está tudo maravilhoso, Deus abençoando a vida, dando novas oportunidades, você consegue enxergar um bom futuro. Ok, tudo andando em rumos melhores do que você imaginava.
Mas claro, já era de se esperar, até porque suas atitudes com Deus mudaram. Você adquiriu experiência, responsabilidade e acima de tudo, intimidade com o Altíssimo... Lindo, lindo, lindo!
Você faz planos em cima da conquista e tudo quanto você pediu, foi como milagre atendido.
De repente, sem motivo aparente tudo começa a desmoronar, pouco a pouco seus muros começam a cair, e a pergunta paira no ar: "Mas Senhor, o que foi que eu fiz?"
Então as orações e os jejuns ficam mais intensos, os louvores mais profundos, súplicas, dúvidas, a procura por uma resposta é vital e o que você encontra? Silêncio.
Logo o que parecia momentâneo leva tempo para terminar e o que antes era petição, vira murmuração. Você perde o crédito das pessoas sem culpa, suas palavras parecem vazias apesar de cheias de sentimento e alguém, sem ao menos te conhecer a fundo, quer dizer quem você é, o que faz e como faz. Te avalia e diz se você é bom ou não.
DECEPÇÃO, raiva, desespero e a temida IMPOTÊNCIA vem. Você se pergunta de uma maneira agora amargurada: "O que eu devo fazer, Senhor?"
Acredite, você está apto a ter todos os motivos pra surtar, mas Quem começou a boa obra é fiel para cumprí-la antes que o tempo se avance demais para o teu coração.
Meu momento é declaradamente horrível, tenho sentimentos assombrosos de raiva e vontade de fazer justiça por mim mesma. Mas se o Senhor não guardar a cidade, em vão vigia o sentinela, então me aquieto porque sei que não fiz absolutamente nada para acontecer as porcarias que aconteceram com as bênçãos que eu ganhei... Permição de Deus? Pode até ser, mas é momento de me tranquilizar, focar bem o meu louvor e a minha gratidão porque até aqui me ajudou o Senhor.
Deus não engana seus servos, desde o mais ingênuo e vulnerável até o mais esperto e experiênte Deus cuida para que não haja nenhuma venda em seus olhos. Mais cedo ou mais tarde as máscaras caem de certos rostos que querem te derrubar e aí, não para a sua glória, mas para a glória de Deus, você recebe diretamente dos céus a dupla honra. Não pense que suas bênçãos ficaram lá atrás, aquilo que Deus tem pra nossa vida não se anula porque Deus não volta atrás, ainda mais você não sendo culpado de absolutamente nada.
Deus faz questão sempre de honrar seus servos de acordo com seus corações, fé e obras diante d'Ele. Tá tudo "certim" com você? Arrumou suas pendências com o Papai do Céu? Então, relaxa amado (a), Deus vai mostrar a face d'Ele no momento certo e com mãos gentís te alegrará com a verdade e transparência. Nada se pode ocultar dos olhos do nosso Deus.

domingo, 24 de abril de 2011

S.O.S

Chega um momento em nossas vidas que é necessário recomeçar. E acreditem, perder a memória propositalmente é bem difícil.
É como figir que aquele ralado no joelho não está doendo e que rapidinho vai passar, ou sair na rua sem agasalho no frio e pensar: "frio é psicológico.", a gente sabe que não, que está doendo, está frio.
Nessas horas, a gente pouco pensa em Deus e até o culpa, fica bem brava e sai destribuindo golpes com nossas expressões irritadas e nossas palavras rudes. E mesmo quando tentamos disfarçar, sempre acontece aquele momento em que voce pára no meio de uma reunião de amigos e fica aérea pensando no problema, na solução do qual você precisa, ou no alguém que não vem ou que se foi.
A gente fica duvidando a interferência de Deus em certos problemas, e Deus se chateia conosco. Mas que se dane, a culpa é de Deus que não faz nadinha pela sua dor, nem um sinalzinho Ele manda pra nos tranquilizar. É, todos nós sentimos isso em algum momento de nossas vidas e nem adianta ficar tentando esquecer, porque aquilo não sara tão rápido quanto queremos.
Ainda sim, Deus, em sua infinita misericódia nos acalma, de uma forma inexplicável a gente pára de remoera dor e começa a inventar uma nova oração.
É quando o coração começa a trair a nossa mente para o nosso bem, dando lugar ao Espírito Santo de Deus que as coisas começam a se ajeitar dentro de nós. Acreditem, não está fácil escrever esse texto, porque ainda estou no processo de cura e de entendimento dos planos de Deus para a minha vida, mas um dia dei meus dedos e meu conhecimento à Deus para que atravez das minhas palavras, eu possa transmitir um alento aos corações que sentem o mesmo que eu, talvez por causa piores do que a minha, mas são causas que doem.
Não quero te convencer de que Deus fará o melhor para a sua vida, porque nesse momento de desilusão, isso soa até como um insulto a sua dor. E você pensa: "se você estivesse no meu lugar, ia saber como eu estou.", e eu sei...
Quando alguém vem me dizer que Deus tem planos melhores e maiores eu me pergunto: "mas quando, Senhor?", porque não existe nada que nos possa realmente revelar o que Deus vai fazer, nada nos tranquiliza, parece uma situação finalizada. "ACABOU, É O FIM", é isso que pensamos. Eu estou pensando assim.
Mas eu seria tão ingrata, tão absurdamente fria se não pensasse que Jesus tem sim soluções, eu sairia completamente do que acredito se mesmo que submersa não houvesse uma esperança em Cristo e em Seu poderoso e misericordioso socorro.
Por isso, minha oração é para que o Senhor faça o que puder e o que acha que deve fazer com relação ao meu problema e minha dor.
Talvez seja necessário que eu cresça mais um pouco... O tempo de Deus não é o meu. Esperar em Deus, descansar em Deus é chato, às vezes parece insuportável, dá vontade de resolver com as próprias mãos, mas perder o melhor Dele, o favor Dele pra mim parece mais assustador.
Descansar, confiar, crer, esperar... Me ajuda, Senhor.

terça-feira, 19 de abril de 2011

Uma carta para o Senhor.

Tenho Te dado TUDO.
Meus dias, horas, não são mais meus, tudo, tudo, tudo tem sido Teu.
Meu pensamento dia e noite Te buscam, minha alma espera em Ti, confia em Ti. Mas eu, ser humano, não estou conseguindo ver. Não estou conseguindo enxergar, onde está? Onde é? Para onde ir? Que rumo tomar?
Desisitir? Esperar? Lutar? Senhor... Não sei mais.
Será que tenho sonhado Teus sonhos? Será que tenho orado certo? Será que estou pedindo coisas que o Senhor não pretende me dar?
E o que eu faço com esses sonhos? Aonde deposito minhas esperanças? Aonde confiar meu tempo e empenho?
Aqui, sozinha... Somente a Tua presença e uma canção. Sinto-me impotente, desimportante. Sem amor, sem direção.
Deus, o que está acontecendo?
Para todos os lados que eu olho, só encontro paredes. Eu preciso voar!
Tenho contido todas as minhas lágrimas, tenhos sorrido sorrisos que não são meus. Tenho tentado fazer o tempo passar mais rápido, mas não sei aonde vou chegar. Meus dias estão vazios, em nada eu vejo um caminho.
Me sinto só.
Mesmo quando sentas aqui do meu lado, Senhor, mesmo quando Tua voz me parece tão óbvia e tão clara, me sinto só.
Cada um ruma sua vida, decide seus caminhos, quando eu somente espero em Ti. Entenda, Senhor que não murmoro, não reclamo. Apenas questiono: Até quando, Senhor, estarei a mercê desse sentimento?
Inutilidade, vazio. Solidão.
Eu preciso segurar o choro, desviar esses pensamentos, mas ao me deitar, só Tu sabes quão sérias tem sido minhas orações.
Vi verões, primaveras, outonos e invernos passarem sem viver absolutamente nada do qual eu possa me orgulhar ou simplesmente lamentar. São dias em branco, Senhor.
Tenho um diário vazio, mil páginas que não são escritas aqui.
Sinto que está ficando tarde, Senhor.
Continuo a exprimir esse sorriso na face, carente de sentimentos dentro do coração... e ele chora.
Tenho apenar visto fins, continuidades desconheço. Quero esse sabor.
Tens visto meu coração quebrantado e minha alma contrita. Tanto amor dentro aqui e não posso dividí-lo, isso me causa dor.
Mas não vou desistir, enquanto não houver manifestação da Tua voz para o "não", ainda posso buscar um "sim".
Meu querido e amado Cristo, devolva-me o brilho do olhar e a alegria de viver. Minha essência feliz não tem sido o bastante para me declarar uma pessoa feliz.
Necessito hoje, ou mesmo amanhã de pelo menos uma tranqüilidade.
Amém.

domingo, 17 de abril de 2011

FÉ E CORAGEM!

Lembram em Lucas da mulher do fluxo de sangue? Lendo isso, senti algo forte no meu coração sobre a coragem. Se imagine há 12 anos trancado em casa porque é impuro. Porque se sair de casa, vão saber que você é doente. Imaginou? Aí você ouve falar de um homem chamado Jesus, o Messias que cura todas as dores e fica esperando por Ele. Ele chega na Tua cidade e uma multidão cerca Ele. Mas você fica pensando que É doente e NÃO PODE se relacionar com as pessoas lá fora. O que você faria? Diria pra si mesmo (a): "Não, vou ficar aqui com a minha doença e nem amigos, nem um marido eu vou ter, nunca. Já que adoeci, morrerei aqui sozinha. Deus é bom, creio n'Ele e o amo, mas essa "impureza" ele não vai curar de mim, melhor eu me afastar"?
Algumas pessoas fazem isso consigo sem dimensionar a grandeza do Messias que veio até a cidade, mas aquela mulher não. Ela pensou: "Eu vou até o Mestre e se eu apenas tocar na barra da roupa d'Ele, vou ser curada". Coragem e fé ela tinha.
Sangrando, fraca, e "impura", ela foi até Jesus, atravessou uma multidão, aquela multidão que dizia que ela não poderia sair de casa, atravessou todos aqueles que disseram: "É melhor você desistir". Ela foi ao encontro do Mestre, tocou n'Ele e saiu virtude. Jesus parou tudo, parou tudo como pode parar tudo pra resolver sua "doença íntima". Aquilo que te esconde, te afasta da vida e das bençãos. Tenha coragem não só de ir até o Mestre e atravessar a multidão, mas tenha coragem de dizer que foi VOCÊ que O tocou quando Ele Perguntar: Quem me tocou? - E sabe o que Ele vai dizer: "Vá em paz que a tua fé te salvou". - É como se Jesus dissesse pra você: - Vá pra casa, tenha amigos, tenha um esposo, tenha filhos, seja feliz. Você teve FÉ e coragem. Concluindo: CORAGEM e FÉ são Os principais ingredientes para alcançar as bênçãos de Deus. Em vez de abrir mão e olhar Jesus pela janela, vá até Ele e resolva o problema.

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Rótulos

Alguns são punks, outros são forrezeiros. Alguns rappers, outros são clubbers. Alguns são pagodeiros, outros são classicos. Todos esses podem servir a Deus com a cultura e o gosto que carrega dentro de si.
Alguns se separaram por alguma grande fatalidade, outros são viúvos, outros se perderam e com isso não são mais "puros" (virgens). Se servem a Deus, são redimidos, transformados, não podem e nem devem ser rotulados. Eles servem pra alguém, eles são bons também.
Algumas pessoas pregam um Jesus tão maravilhoso, que cura, liberta e transforma, mas são incapazes de se desfazer de um preconceito. - Não quero que meu filho se case com aquela moça divorciada. (Meu filho é puro!... Será?)
- Não quero que a minha filha se case com aquele viúvo. (Além dele ter passado pela dor te ter perdido a esposa, você ainda o faz passar pela dor de ser rejeitado como se ele tivesse culpa de ter perdido a esposa dele. Que belo cristão você está sendo, hein! Que vergonha está fazendo Jesus passar.)
Mas alguns ainda vão dizer: - Mas viéram filhos junto. Minha filha tem que ter seus próprios filhos e não criar filhos que não são dela. (Lindo isso, você que é filho por adoção do Pai Eterno está repudiando uma pessoa por ter tido filhos de outro casamento.)
- Aquela menina namorou tantas vezes, nenhum namoro dela durou. Porque será? Ela deve ser o problema. (O veneno falta escorrer pela sua boca. A garota foi iludida, chorou, perdeu, foi traída ou qualquer coisa desse tipo e você não a conhece a fundo, tira suas próprias conclusões.)
Belo exemplo! Belo cristão!
Aí você pensa: - Ah, ela pode recomeçar a vida dela, mas com um cara que nem ela, que tenha experiência. (Sim, porque para um filho seu ela simplesmente não serve.)
Aham, seus joelhos calejados de orar, sua voz rouca de pregar o evangélio e ainda sim você não consegue aplicar a mensagem que Jesus diz para amarmos uns aos outros como Ele nos amou.
Você acha que Jesus está abençoando menos fulano porque ele errou um dia? A redenção entre ele e Deus aconteceu, mas você estava tão ocupado achando que ele não presta que não percebeu a mudança.
Esse amor de Jesus não faz adiferença, não classifica os melhores e os piores, não inveta desculpas, não limita a vida de ninguém. É esse amor que Jesus quer que imitemos, um amor SEM RÓTULOS, sem classificações e nem graus de perfeição.
E se você é vítima do crente preconceituoso que não aceita o fato de você ser rapper, ou roqueiro, ou ex-viciado em drogas, ou negro, ou estrangeiros, ou saiu de uma outra religião, ou pobre, ou gordo, ou magro de mais, ou até mesmo de outra denominação que não seja a dele.
Se você é vítima da fofoca que infelizmente aflinge as nossas igrejas, é vítima dos comentários maldosos, das palavras de ironia, dos conselhos que não são inspirados por Deus, passe esse texto a diante. Não vamos deixar com que pessoas que mudaram, se transformaram, se redimiram sejam massacradas pela pouca fé e mania de auto-perfeição de alguns crentes religiosos e antigos. Jesus veio para os fracos, para os doentes, porque os sãos não precisam de mais nada.
Quem se acha santo demais, é tão doente quanto aquele que erra frequentemente, pois carrega consigo o ORGULHO, EGOCENTRÍSMO e os sérios desvios de caráter e personalidade. E o fato de todos serem obedientes é por medo e não por respeito. Isso é trágico, é péssimo que em um tempo onde as pessoas estão sedentas de colo, carinho, proteção, amor, compreenção e exemplos de conduta, o que elas acham é um limite para serem amadas, um ponto no qual não podem ser igualadas aos demais porque cometeu erros ou porque em algum momento a vida não lhe foi generosa.
Perfeição só há em Jesus, a nós cabe apenas tentar imitá-Lo para chegar ao céu. Imitá-Lo em tudo, inclusive no AMOR e no RESPEITO ao próximo. E tenho dito!

Se você falar a língua dos homens e dos anjos e não tiver amor, você não vale NADA!

segunda-feira, 4 de abril de 2011

Silêncio

Emudeci.
Essa noite quando fechei meus olhos para orar, quando cheguei no assunto que estava me doendo muito, me faltaram as palavras. Eu só chorei.
Nem "Senhor..." eu consegui dizer, nem começar a frase dessa oração eu consegui. Pensei comigo "droga, é como se eu estivesse repetindo essa oração". Minha cabeça estava doendo, nem o barulho do meu coração que eu sempre ouço no silêncio do meu quarto eu estava ouvindo. Estava surda e muda diante de Deus, me senti sem forças, sem vontades. Não senti fome, não senti sede, não senti medo, nem raiva, nem amor, nem rancor, nem saudade, não estava me sentindo bem e nem mal. Simplesmente eu não senti nada. Não estava duvidando e nem acreditando.
Eu era nada.
Falar o que com Deus? Pedir o que pra Ele? Agradecer? Reclamar? Nada... Minha alma silenciou. Talvez eu esteja assim até agora...
Mas e agora, até quando não vou ter o que conversar com Deus? Meu coração está falando mais que a minha boca, mas eu juro que não consigo ouvir o que ele está dizendo pra Deus.
Esse silêncio me chateia, é pior do que falar demais. É pior do que qualquer coisa, ficar em silêncio com Deus porque te faltam as palavras e a vontade de conversar com Ele te dá a sensação de negligência. Sei que Deus não vai me cobrar isso, Ele sabe melhor do que ninguém a causa da minha falta de assunto.
Não consigo nem me justificar com Ele. Eu, sem assunto com o meu Melhor Amigo.

domingo, 3 de abril de 2011

Sábios sonhos

Eu acredito que Deus de uma maneira literal pode remover montanhas do lugar, abrir mares, fazer cegos verem, mudos falarem, coxos andarem, surdos ouvirem. Eu acredito que Deus pode curar AIDS e qualquer tipo de câncer. Acredito que Deus pode fazer de uma pessoa sem nada ter tudo, fazer a estéril ter filhos. Acredito que Deus pode curar depressão, desenfectar um ser humano de qualquer vírus. Acredito que o Senhor pode salvar uma pessoa em meio a um furacão, a um Tsunami, um abalo terrestre.Acredito que Deus pode dar a salvação a um ateu, ou seguidor de qualquer outra religião conhecendo a verdade Dele, o evangélio que liberta. Eu acredito que o Senhor pode nos dar qualquer coisa que pedirmos, qualquer coisa que sonharmos se essas coisas também forem sonhadas por Ele. Acredito que Deus pode TODAS as coisas, sem qualquer limitação, sem um ponto final.
Não nego que já me questionei porque Deus não me deu certas coisas que eu pedi tanto, com tanto fervor, mas depois que eu pedi a possibilidade da sabedoria, da paciência de esperar em Deus e saber o que Ele queria, se o que eu pedia era também sonhado e elaborado no coração Dele. Agora eu sei que muito sequer foi rascunhado por Ele, Ele não queria, não era aquilo.
Não quero uma fé do tamanho de um grão de areia, me recuso a acreditar tão pouco no que Deus pode fazer. Eu sou daquelas que se deita na cama e antes de dormir expõe todos os sonhos à Deus, detalhadamente, sem esquecer de nada. Procuro pedir também o que me é viável, sabendo que Deus não vai me dar o que eu não tenho maturidade, ou inteligência, capacidade de ter. Sabendo que Ele me fez de uma maneira única, me deu habilidade para coisas específicas e por isso, Ele planeja sonhos que se encaixem na minha vida, no meu futuro. Sei que para obter de Deus o que Ele quer pra mim e o que eu quero Dele, não posso desejar o que não me pertence e o que é bênção de outra pessoa. Sei que não devo desejar coisas que me apartem Dele e da casa Dele. Sei que não devo querer aquilo que fará meu ego subir, que me tire a humildade e o quebrantamento de coração. As coisas com Deus são mais profundas e provém de benevolência, paciência e atitides de fé. Escalar uma montanha derrubando quem está ao meu lado é trapaça, jogar com cartas numeradas é trapaça. Brincar com sentimentos alheios para chegar no meu objetivo, é trapaça. Fazer barganhas com Deus não funciona, trocar seu dízimo por carro não funciona porque nessas coisas lhe faltou fé, lhe faltou raça, lhe faltou joelho no chão e separação do que é atitude de fé e trapaciar. Tudo o que eu sonhar para vir das mãos de Deus, quero sonhar limpo, sem jogo, sem discórdia e nem malediscência. Tudo o que eu puder conquistar do Senhor para a minha vida quero que venha no tempo certo, ainda que me pareça angustiante ter que esperar por aquilo que eu sei que vou ganhar. Quero de Deus o que me for lícito e reto diante Dele.
Por isso antes de sonhar com o que quero muito, tenho tentado sonhar com uma fé daquelas que move montanhas, com uma fé que transporta o sobrenatural para a realidade física. Eu tenho sonhado em estocar minha fé dentro da alma para no futuro sonhar com os sonhos de Deus para minha vida e saber trazê-los para a minha realidade.

sábado, 2 de abril de 2011

Outras línguas

Perca o contato com o mundo, esqueça tudo porque agora o foco não é mais você e nem o que te rodeia. Olhe lá no fundo do peito, veja "o que" tem lá dentro está cuidando de você. Seja capaz de sintonizar com Ele tudo o que você sente quando o Espírito Santo Dele começa a se mover. Verta essas lágrimas que estão presas, ouça a voz Dele em outras línguas te dizer que o El Shadday, El Elion já está fazendo a obra dentro de você. Ouça a canção que os anjos cantam sem parar dizendo que Ele é Santo, fazendo seu espírito dançar na presença de Deus. Espírito Santo, é assim que eu Te sinto quando o Senhor se manifesta em mim, é assim que eu Te quero pra sempre.

sexta-feira, 1 de abril de 2011

Descanso em Deus

Eu tenho descansado em Deus ultimamente. Não me desespero, não fico nervosa e nem questionando os fatos, eu sou constantemente refrigerada pelo Senhor. Eu sei que quando eu oro, Ele me ouve, então não há necessidade de ficar aflita, não tenho porque viver me perguntado o porquê de cada acontecimento. Eu me lembro bem do que eu disse quando eu aceitei Jesus: "Jesus, eu te aceito como Senhor e Salvador da minha vida". E pra mim isso é sufiente para entender que se Ele é Senhor da minha vida, ela a mim não pertence mais. Às vezes eu acho que as pessoas esquecem tanto da vontade de Deus, colocam os planos e desejos delas na frente, não é um pensamento que eu tenho há pouco tempo. Sempre achei que Deus está no controle de todas as coisas, não acontece nada sem aque Ele permita. Então porque forçar a vida, a sorte? Por que forçar uma situação? Desejar o que não é pra ser nosso; lutar por algo que pra Deus é pequeno, sendo que Ele tem algo maior e melhor para nos dar? Por que ficar discutindo com Deus o rumo que sua vida está levando sem olhar a parte boa das coisas, sem ter visão espiritual pra saber que aquilo tudo é uma batalha da guerra e que Ele já venceu. Eu tinha medo de deixar Deus fazer as coisas na minha vida, pensava que o que Ele queria não era exatamente o que eu precisava, mas ai foi uma queda atrás da outra, um tropeço após o outro. Caí inúmeras vezes no mesmo erro, me deixei levar por mim, pelo que a sociedade achava mais normal ou melhor.
Se Deus te dá a oportunidade de fazer aquela faculdade, faça! Se Deus te dá aquele amigo esquisito pra cuidar, cuide mesmo todos te dizendo que ele não serve pra ser seu amigo. Se Deus te dá aquele namorado que você sabe com toda a maturidade e responsabilidade que é pra casar, case mesmo alguém dizendo pra você que é cedo, que ainda tem tempo, que você tem que fazer outras coisas antes disso. Não perca seu tempo escutando pessoas que não tem o que acrescentar.
Já passei por muitas experiências ruins na vida, e a maioria delas foi por escutar quem não tinha o que acrescentar pra mim. Porque quando alguém tem pra te oferecer algo bom, a palavra pode ser dura e talvez negativa, mas você sempre sabe que aquilo é pra te melhorar, pra te fazer crescer. Quando não, é porque querem meter o "bedelho" na sua vida mesmo. Uma pessoa que não conquistou nada, não pode te impedir de conquistar aquilo que você quer só porque com ela não deu certo. Uma pessoa que nunca se casou porque estava ocupada demais consigo mesma, não pode te dizer que se casar não é bom. Uma pessoa que não te conhece, não conhece suas lágrimas e seus sorrisos não pode te dizer quem você é, se serve pra algo ou alguém ou não.
Peça pra Deus discernimento, segurança de si, conhecimento próprio e faça aquilo que Ele colocar no seu coração. Descanse no Senhor que faz e governa todas as coisas, que faz todos os caminhos, até o próprio inimigo das nossas almas é sujeito a vontade de Deus porque ele sabe que o Senhor é dono de tudo. Descanse, reflita no Senhor, crie intimidade com Ele a ponto de saber exatamente o que Ele quer pra você. O busque através da palavra (NÃO EXISTE outro meio melhor), atravez da oração, faça um "à sós com Deus"... Mas descanse n'Ele, confie e espere.

Oração

Meu coração não se contém nas emoções quando eu penso em Ti, Jesus.
Quais tribulações, dúvidas ou ansiedades serão capazes de me afastar de Ti? Nenhuma, Senhor. Todas as minhas falhas propositais ou aquelas que fiz sem querer, conheces todas e mesmo assim me amas. Se eu tivesse O conhecido em matéria, feito de carne e osso como eu, eu O abraçaria, eu contaria todos os meus problemas, Te pediria perdão por tantas coisas. Agradeceria todas as providências que me deu, eu olharia nos teus olhos, Senhor. Eu ouviria a Tua voz como ela é, eu andaria contigo, e naquele momento da cruz, não O negaria jamais.
Porque, meu Jesus, és tudo para mim. És meu amigo, ajudador, toma todas as minhas dores e luta todas as minhas lutas. Vais na minha frente quando não sei que passos dar, e mesmo quando sei o que fazer, estás lá cuidando para que eu não saia do foco.
És Pai, protetor, Mestre, me corriges quando eu erro, me alertas antes de eu errar. Às vezes permite um vacilo para que eu cresça, mas não me desampara, não me deixa enganada. Sempre me livra. Senhor! Como é possível um amor tão grande assim? De onde sai toda essa compaixão por mim? Como eu posso retribuí-Lo, meu Senhor?
Sou tão imperfeita, tão limitada, às vezes me sinto tão inútil, tão sem rumo. Me engano, peco, erro e choro e mesmo assim, Senhor, estás lá para colher cada lágrima minha antes que elas caiam no chão. O que eu devo fazer, Senhor para colher suas bênçãos e saber usá-las? Como devo manter seu favor na minha vida?
Parece que tudo que faço e de tudo que me abstenho, nada é suficiente, nada supre essa minha vontade de Te agradar. Eu queria poder Te descrever com exatidão esse sentimento, essa chama que arde constantemente no meu peito, eu queria poder Te explicar o que meu espírito sente, o quanto a minha alma Te ama, queria poder sentar contigo e Te dizer o quanto Te quero, Senhor.
Meu lindo Jesus, Filho de Deus. Meu Salvador e Redentor, Luz da minha vida, meu Alvo e direção. Sem poder vê-Lo como homem, posso sentí-Lo como espírito, posso ouvir Tua voz, posso tocar na orla das Tuas vestes pela fé.
Agora entendo, meu Deus, porque Davi era segundo o Teu coração... talvez ele o amasse tanto quanto eu, não sei bem... Talvez se arrependesse como eu, talvez cantasse com toda a sua alma como eu e ainda sim não se sentisse satisfeito com o que estava Lhe dando.
És quem me veste, quem me alimenta, quem me alegra, quem me repreende, quem me guarda, quem me libertou, quem me aquece, quem planeja meu futuro, conduz meu presente e perdoa meu passado. Não tenho palavras, Senhor... mesmo hoje em um dia atípico de angustia, Senhor, estás vendo meu coração, enxergas meus sentimentos, lês minha história. E eu sei que cada mínima linha da minha vida escrita por Ti jamais será desperdiçada, nada que o Senhor permitir será em vão. Conheces meus desejos e sabes até onde consigo ir. Meu Jesus, que me deu a tão linda salvação, que me concede dias por misericórdia, não me deixe só. Não deixe meus sonhos se frustrarem, não me deixe enganar, não quero chorar lágrimas que não me acrescentem nada. Quero viver suas promessas, quero ver Tua mão em todos os meus dias, em todas as conquistas.
Meu início, meu decorrrer e meu fim estão nas Tuas amorosas mãos. Nada temo, de Ti não duvido, pois sei que todos os meus dias estão guardados contigo e tudo o que me deu, nada e nem ninguém pode arrancar de mim.
Amém.