Ana Vífer

Ana Vífer

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Canção

Dó - Dormir do teu lado, no aconchego dos teus braços. O perfume do teu cabelo, deu vida ao meu travesseiro.
Ré - Repartir em um beijo o gosto do meu desejo, repartir num abraço palavras sem compasso.
Mi - Milhões de momentos que eu procuro nem lembrar para não sentir necessidade, saudade, qualquer coisa que me faça sonhar.
Fá - Fazer da tua voz, trilha que me faz sair daqui, eu fecho os olhos no silêncio e soa no fundo do peito um dueto que me faz sorrir.
Sol - Sólo quiero saber entender qué no el amor y no el abandono. Para aprovechar todo lo que está en ti.
Lá - Lacrimejar os olhos, mas não chorar... Lá se vai a minha única esperança de não sentir vontade, a realidade de não esperar.
Si - Sinto que estou deixando de pulsar por pedra, sinto que tô pulsando com o coração. Eu tenho medo disso tudo, era bom quando era só razão.
Hormoniza isso tudo, porque eu não sei ritimar. Meu compasso é meio mudo, não aprendi a tocar. Desfaz os trio, vem ser dueto, deixa de anoitecer enquanto eu amanheço.
Compõe em mim todas essas canções, só não faça cantar em falsete os nossos corações.
Há tempos, meu tenor, não te permiti arranjar meu repertório, ser maestro de mim, hoje em poesia e prosa, te peço que me afine e escreva sua canção em nossa vida com início, meio e sem fim.

domingo, 12 de junho de 2011

Um dia dos namorados com o Amado da minha alma.

Sem namorado? Não... eu tenho um Amado. O Amado da minha alma. Aquele que vem saltando pelos montes, e me ama tanto que se deu por mim. Amor que um namoro qualquer jamais suprirá, que um homem comum não poderá me dar. Amor que separou para mim um alguém numa parte do meu futuro que será capaz de me alimentar dos sentimentos terrenos necessários para a minha felicidade. Mas antes de querer um homem de carne e osso, que me entregue flores, aliança no dedo, chocolates, jantar, bicho de pelúcia, antes desse homem, eu quero me separar para o meu Amado Senhor Jesus Cristo. Antes de um compromisso com alguém que me leve pra sair e que eu apresente aos meus pais, eu quero um compromisso mais profundo e agradável com o meu Amado Yeshua, quero levá-Lo para sair dentro do meu coração, sendo tempo do Seu Espírito Santo. Amanhã, domingo, vou me enfeitar para Ele, me perfumar e me vestir para o meu Amado, vou chegar em Sua casa, e vou cantar para Ele, lavar Seus pés com as minhas lágrimas e sorrir para Ele, vou presenteá-Lo com os meus agradecimentos. Vou ouví-Lo falar ao meu coração e aí, quando for o momento e eu estiver devidamente munida do Seu profundo e mais surpreendente amor, Ele colocará em meu caminho aquele que eu chamarei de "amor" e que me amará apenas com o interesse de receber o amor de volta. Antes de amar qualquer ser humano, quero amar mais aperfeiçoadamente o meu Senhor e antes de querer um homem que me ame, eu quero um homem que ame ao Senhor e que respeite a Sua palavra. Meu dia dos namorados eu vou passar ao lado de Jesus, que me amou com sangue, lágrimas, morte de cruz, entrega total. Meu Jesus, Namorado mais perfeito que Ele não existe.
"Quero Te amar, Senhor e Te sentir bem perto de mim, Senhor... Te entrego o meu viver ♫ (Todos Um)"

quinta-feira, 2 de junho de 2011

Amigo.

Por muito tempo eu me questionei se na vida haveria alguém no qual eu pudesse confiar além do meu querido Deus. E então procurei, procurei e enfim, pensei que havia encontrado. Me decepcionei.
Um dia, sem mais "porquês", sem explicações, do nada me apareceu alguém digno da minha confiança, que desestruturou a minha cara amarrada, me cativou.
E pra quê tantas palavras, quando uma só suprime todas elas? AMOR
Quando a pergunta é: "Você me mataria se...?", sem hesitar respondo: "Só pensaria em te matar se fosse te sufocando em um abraço"

Não consigo mais falar tanto, me fogem as palavras.
Não existe algo que defina essa amizade.