Ana Vífer

Ana Vífer

sexta-feira, 29 de abril de 2011

A claresa do Altíssimo

Um dos piores sentimentos do mundo é a impotência diante de fatos importantes.
Ótimo, está tudo maravilhoso, Deus abençoando a vida, dando novas oportunidades, você consegue enxergar um bom futuro. Ok, tudo andando em rumos melhores do que você imaginava.
Mas claro, já era de se esperar, até porque suas atitudes com Deus mudaram. Você adquiriu experiência, responsabilidade e acima de tudo, intimidade com o Altíssimo... Lindo, lindo, lindo!
Você faz planos em cima da conquista e tudo quanto você pediu, foi como milagre atendido.
De repente, sem motivo aparente tudo começa a desmoronar, pouco a pouco seus muros começam a cair, e a pergunta paira no ar: "Mas Senhor, o que foi que eu fiz?"
Então as orações e os jejuns ficam mais intensos, os louvores mais profundos, súplicas, dúvidas, a procura por uma resposta é vital e o que você encontra? Silêncio.
Logo o que parecia momentâneo leva tempo para terminar e o que antes era petição, vira murmuração. Você perde o crédito das pessoas sem culpa, suas palavras parecem vazias apesar de cheias de sentimento e alguém, sem ao menos te conhecer a fundo, quer dizer quem você é, o que faz e como faz. Te avalia e diz se você é bom ou não.
DECEPÇÃO, raiva, desespero e a temida IMPOTÊNCIA vem. Você se pergunta de uma maneira agora amargurada: "O que eu devo fazer, Senhor?"
Acredite, você está apto a ter todos os motivos pra surtar, mas Quem começou a boa obra é fiel para cumprí-la antes que o tempo se avance demais para o teu coração.
Meu momento é declaradamente horrível, tenho sentimentos assombrosos de raiva e vontade de fazer justiça por mim mesma. Mas se o Senhor não guardar a cidade, em vão vigia o sentinela, então me aquieto porque sei que não fiz absolutamente nada para acontecer as porcarias que aconteceram com as bênçãos que eu ganhei... Permição de Deus? Pode até ser, mas é momento de me tranquilizar, focar bem o meu louvor e a minha gratidão porque até aqui me ajudou o Senhor.
Deus não engana seus servos, desde o mais ingênuo e vulnerável até o mais esperto e experiênte Deus cuida para que não haja nenhuma venda em seus olhos. Mais cedo ou mais tarde as máscaras caem de certos rostos que querem te derrubar e aí, não para a sua glória, mas para a glória de Deus, você recebe diretamente dos céus a dupla honra. Não pense que suas bênçãos ficaram lá atrás, aquilo que Deus tem pra nossa vida não se anula porque Deus não volta atrás, ainda mais você não sendo culpado de absolutamente nada.
Deus faz questão sempre de honrar seus servos de acordo com seus corações, fé e obras diante d'Ele. Tá tudo "certim" com você? Arrumou suas pendências com o Papai do Céu? Então, relaxa amado (a), Deus vai mostrar a face d'Ele no momento certo e com mãos gentís te alegrará com a verdade e transparência. Nada se pode ocultar dos olhos do nosso Deus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário